• Condomínio Parque Avenida

SAIBA QUAL É A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO FINANCEIRO ANUAL



Para manter o bom funcionamento do condomínio é preciso que as contas estejam sempre em dia e isso só é possível com um bom planejamento financeiro.


Ao prever os gastos é possível evitar despesas inesperadas, desperdícios e garantir o pagamento de salários, contas de água, luz, telefone, despesas administrativas e manutenções necessárias sem comprometer o caixa.


Um bom ponto de partida para montar o planejamento é usar a média de despesas dos anos anteriores.


Confira a seguir outras práticas saudáveis para um planejamento financeiro anual eficiente. Continue a leitura!


Por que fazer um planejamento financeiro anual?


Para garantir o equilíbrio financeiro, o planejamento identifica se o que entra no caixa é suficiente para cobrir todas as despesas. Assim, é possível organizar ações como ampliação, revitalização e até reformas.


Quando um condomínio mantém sua saúde financeira, aumenta também o nível de satisfação dos condôminos com a administração, como acontece no Condomínio Parque Avenida, que conta com uma gestão transparente e aberta ao diálogo. As tomadas de decisão beneficiam a todos.


Como fazer um planejamento financeiro anual?


Depois de analisar as despesas do ano anterior, como indicado acima, é preciso listar os maiores gastos e sua periodicidade. Considere aqui todas as despesas:

  • ordinárias: gastos recorrentes essenciais para o funcionamento do condomínio, como pagamento de contas, despesas com pessoal, manutenção e etc;

  • extraordinárias: são as despesas pontuais, como reformas, emergências e benfeitorias.

Para saber se é o inquilino ou o proprietário que paga por esses gastos na hora do rateio, saiba quais são as obrigações do locador e do locatário.


Possíveis imprevistos também devem ser calculados, para isso, vale a máxima de que é melhor prevenir do que remediar, certo?


Não se esqueça também de calcular a inflação, sabemos que ela existe e não pode ser ignorada.


Quem deve fazer esse planejamento financeiro anual?


O síndico é o responsável direto por esse planejamento, mas pode contar com o auxílio da administradora.


O que levar em conta na hora de fazer o planejamento financeiro anual?


Um bom planejamento é aquele que leva em conta a funcionalidade plena do empreendimento e os reflexos positivos que isso gera na vida dos usuários. Por isso, é preciso pensar em:

  • otimizar processos: existem softwares e sistemas de gerenciamento que auxiliam na hora de montar o planejamento;

  • flexibilizar: o planejamento não pode ser engessado, é preciso que haja espaço para fazer cortes emergenciais devido à situações extremas;

  • gerir a inadimplência: a fonte de renda do condomínio são as taxas condominiais, e a inadimplência é o maior perigo para manter tudo em dia. Por isso, é preciso criar estratégias que diminuam esse risco.

Já deu para perceber que uma previsão de gastos eficaz é essencial para o bom funcionamento do condomínio, não é mesmo? Caso contrário, o fundo de reserva pode ser utilizado de maneira errada.


No caso de condomínios empresariais, o bom planejamento financeiro anual, que parte de uma boa gestão, pode até mesmo beneficiar o seu negócio!