• Condomínio Parque Avenida

SAIBA COMO MANTER TUDO EM DIA NO CONDOMÍNIO

Organização é a chave do sucesso. Para manter tudo em dia no condomínio é preciso saber quais são as prioridades e necessidades e se organizar.

Ao criar processos que facilitam a manutenção condominial e melhoram a rotina, é possível se dedicar a outras coisas, já que não será necessário gastar tanto tempo na mesma atividade. Com isso, a gestão melhora.

No começo essa pode não ser uma tarefa fácil, mas estamos aqui para te ajudar. Continue a leitura e conheça algumas dicas essenciais que ajudam a minimizar problemas e manter a ordem no condomínio!


Dicas para manter tudo em dia no condomínio


Não deixe um probleminha virar problemão

Adotar ações de prevenção e conscientização é o melhor caminho para evitar ou minimizar problemas. Para isso, você pode treinar os colaboradores da limpeza, zeladoria e segurança a realizar controles constantes de manutenção.

Assim, quando detectarem algum problema, por menor que seja, como uma lâmpada queimada, já resolvem imediatamente. Sinais de infiltração, equipamentos que não funcionam e prazos de inspeção vencendo também merecem atenção.


Mostre que todos são importantes para a gestão

O síndico deve se mostrar disponível aos condôminos para atender às suas necessidades. Ter uma comunicação aberta ajuda a criar um ambiente confortável e favorável ao bom funcionamento do condomínio.

Sempre que tiver oportunidade converse com as pessoas. Seja no elevador ou na recepção, pergunte sobre o dia a dia e o que pode ser melhorado.


Estabeleça valores

O síndico tem a função de cumprir com os valores do condomínio. Por isso, é preciso ter um exercício diário de empatia, comprometimento e transparência.

Isso serve para lidar com os condôminos, com os conselheiros, fiscais prestadores de serviços, fornecedores e clientes.


Cuide bem da vida financeira

Um dos aspectos mais delicados dentro da gestão condominial é o controle das finanças. Por se tratar do dinheiro de muitas pessoas, é preciso ter atenção redobrada e muita responsabilidade.

A prestação de contas deve ser transparente e de fácil entendimento, sem deixar os detalhes de lado. Guarde todas as notas fiscais, orçamentos e aprovações em assembleia. E não se esqueça de apresentar um balancete mensal.


Tenha uma boa comunicação

Saiba conversar com os condôminos, colaboradores e conselheiros, tendo sempre como base a convenção e o regimento interno do condomínio. Além disso, mantenha-se atento às legislações que regem o seu tipo de empreendimento, seja ele comercial ou residencial.

Tenha um plano de manutenção preventiva

Organize as demandas rotineiras para que nada passe despercebido. Uma boa ideia é criar um calendário ou uma planilha com todas as atividades que devem ser realizadas e a data limite.

Qualquer deslize pode ter impactos na segurança de todos. Por isso, fique atento.

E aí, gostou das dicas? Para ficar ainda mais por dentro do assunto, descubra quais são as obrigações fiscais e contábeis do condomínio!