• Condomínio Parque Avenida

GESTÃO DE CONFLITOS NO CONDOMÍNIO: A CHAVE DA BOA CONVIVÊNCIA


Quando várias pessoas usufruem do mesmo espaço é possível que haja algumas desavenças. A gestão de conflitos no condomínio é um dos fatores essenciais para garantir a boa convivência e é também um dos pilares da boa administração.


Independentemente de se tratar de um empreendimento comercial ou residencial, sabemos que é importante que a rotina flua em harmonia, não é mesmo? Isso, aliado aos processos de manutenção do espaço, controle orçamentário e procedimentos administrativos, é o que garante o bom funcionamento do local.


Às vezes, são alguns gatilhos evitáveis que geram os desentendimentos. Para te ajudar nesta missão de manter a paz reinando, separamos algumas dicas preciosas, confira!


Gestão de conflitos no condomínio


Gerir conflitos é saber administrar impasses. Quando há uma intermediação competente, o síndico garante o bem-estar dos condôminos e um clima leve para todos. Entre as principais causas de desconforto entre condôminos estão:


  • ruídos;

  • vagas de garagem;

  • problemas hidráulicos nas unidades;

  • inadimplência.

As condutas do síndico que deseja garantir uma boa convivência no condomínio incluem:


Comunicação


Para gerir é preciso ser uma pessoa acessível. Isso inclui uma boa comunicação com mecanismos que facilitem o contato. Esta é uma questão importante que deve ser levada em conta tanto pessoalmente quanto remotamente.


Imparcialidade


O síndico não pode tomar partido, independentemente de suas convicções pessoais. Por isso, é preciso escutar todos os lados e entender os motivos dos desentendimentos.


Verdade


Administrar um condomínio lhe faz responsável por um grupo de pessoas. Só é possível fazer isso se afastando de boatos e especulações, sempre prezando pelos fatos.


Clareza


Todas as normas devem ser de conhecimento dos condôminos. Dessa forma é possível evitar que regras não cumpridas por desconhecimento gerem desentendimento.


Gostou das dicas? Saiba quais são as regras básicas de convivência para garantir uma boa gestão de conflitos no condomínio!