• Condomínio Parque Avenida

Combata o Assédio no Ambiente de Trabalho!

Toda e qualquer ação que possa constranger outra pessoa, deve ser combatida. E, quando as coisas tomam outro rumo podem ser caracterizadas como assédio moral ou sexual, sendo este último um crime previsto em lei. Sendo assim é importante conscientizar na forma como relacionamos com as outras pessoas no ambiente de trabalho.

Quando ações e atitudes fogem ao bom relacionamento causa constrangimento e caracteriza algum tipo de assédio. Por isso, é importante estar atento ao nosso comportamento e relações que se estabelecem no convívio diário, isso também pode ocorrer, com alguma frequência, em condomínios comerciais.

Quer saber mais sobre este assunto tão importante? Continue a leitura!


Tipos de assédio


Assédio sexual


Existe no Código Penal Brasileiro a seguinte definição: “constranger alguém com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente da sua condição de superior hierárquico ou ascendência inerentes ao exercício de emprego, cargo ou função”.

A pena é de um a dois anos de detenção. Como falado, o assédio sexual é crime, pois afeta a imagem, honra, intimidade e dignidade humana. Pode vir disfarçado de um elogio, mas causa constrangimento na vítima.

Há também episódios em que é imposta algo contra a vontade da outra pessoa, visando obter vantagens sexuais. Assim, é preciso tomar providências para coibir este tipo de crime.

Em condomínios esse comportamento desprezível pode vir de qualquer pessoa, funcionários, condôminos, visitantes ou terceirizados. Assim, os episódios podem não estabelecer vínculo empregatício direto com a vítima e podem ocorrer entre profissionais que tenham o mesmo nível hierárquico.

O assédio sexual pode ser escancarado ou sutil. Alguns exemplos são:

● convites ou pedidos inconvenientes;

● olhares sensuais;

● contatos físicos desnecessários;

● mensagens ou e-mails com fotos pornográficas.

É importante ressaltar que a paquera respeitosa e recíproca no ambiente de trabalho não configura assédio. O problema é quando pessoas usam da sua posição ou constrangem as outras buscando vantagens de forma abusiva.


Assédio moral


Assédio moral é a exposição de pessoas a situações humilhantes ou constrangedoras, de forma repetitiva e prolongada. Isso traz danos à integridade da vítima e pode colocar a sua saúde em risco.

É caracterizado por uma conduta abusiva, seja por palavras, gestos, ações ou mensagens que causem dano ao outro. Alguns exemplos são:

  • Ignorar a presença do assediado;

  • Passar tarefas humilhantes;

  • Gritar ou falar de forma desrespeitosa;

  • Espalhar rumores ou divulgar boatos ofensivos a respeito do colaborador;

  • Criticar a vida particular da vítima;

  • Atribuir apelidos pejorativos;

  • Impor punições vexatórias (dancinhas, prendas).

É preciso que todas as pessoas saibam o que é assédio moral e quais são os comportamentos e ações aceitáveis no ambiente de trabalho. Isso contribui para a redução dessa prática.


Como agir

Ao se deparar com uma situação de assédio, moral ou sexual, no ambiente corporativo é preciso avisar ao superior responsável. Quando isto ocorre em um condomínio comercial, a administração deve ser comunicada para tomar as devidas providências.

O síndico deve alertar a todos sobre os problemas relacionados ao assédio no condomínio. Além disso, é preciso tomar medidas preventivas e educativas, como distribuir comunicados, organizar campanhas de conscientização, abrir um espaço de denúncias para inibir essa violência.


Respeito é o primeiro passo para construir ambientes saudáveis. Combata o assédio no ambiente de trabalho!