• Condomínio Parque Avenida

Integrar arquitetura e paisagismo cria ambientes mais sustentáveis


As construções modernas estão cada vez mais preocupadas com a sustentabilidade. Dentro deste conceito, a integração entre arquitetura e paisagismo é capaz de criar ambientes funcionais e em harmonia com a natureza.

Opções como teto e paredes verdes que auxiliam no controle da temperatura interna e jardins que ajudam a absorver a água da chuva, estão entre as soluções dos profissionais da construção civil para minimizar o impacto da urbanização.

Colaborar para a preservação de diversos ecossistemas envolve planejamento estratégico e vai muito além da estética. Na prática, edifícios empresariais como o Condomínio Parque Avenida, demonstram os benefícios sociais e empresariais desta integração.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Integração entre arquitetura e paisagismo

Essa é uma relação que tem se tornado fundamental para a manutenção da vida urbana. Proporcionar às pessoas maior contato com o meio ambiente é garantir melhor qualidade de vida.

A arquitetura e a engenharia são um dos maiores fatores de interferência ambiental. Para que uma construção aconteça é preciso moldar ou até mesmo modificar um terreno, o que pode interferir no ecossistema que já estava ali.

A arquitetura sustentável vem para equilibrar as coisas. De um lado há a constante expansão urbana, do outro a devastação da natureza. Por isso, projetos com menos impacto ambiental se fazem necessários e auxiliam o meio ambiente e aqueles que o rodeiam.

Natureza e ser humano

A relação entre seres humanos e natureza deve ser priorizada. Não há vida sem um ecossistema saudável. Extrair e consumir recursos naturais de forma irresponsável trouxe muitos problemas à humanidade e é preciso minimizar (ou quem sabe até reverter) esses efeitos adversos.

A luz solar, a chuva e as árvores, melhoram consideravelmente a qualidade do ar que o ser humano precisa para viver. Por isso, ao invés de desmatar, que tal trazer a natureza para dentro dos empreendimentos?

Construir com menos impacto ambiental

Adequar as construções à topografia existente, sem que haja necessidade de grandes ajustes na inclinação, é uma boa opção para minimizar os impactos no ambiente. Outra opção é usar as árvores do terreno como protagonistas e evitar ao máximo o desmatamento.

Projetar a partir dos aspectos naturais presentes auxilia não só na manutenção do espaço original, mas contribui com a qualidade de vida das pessoas que irão frequentar o local.

Arquitetura comercial e meio ambiente

Uma das formas de integrar a arquitetura empresarial à natureza é optar por soluções sustentáveis. Algumas delas são:

O Parque Avenida é um condomínio sustentável com práticas ESG. O diferencial ambiental também tem impactos diretos no seu negócio. Quer saber mais? Entre em contato!